X

entrevista

Ultraverso _ Samba de Guerrilha

Samba de Guerrilha é uma aula moderna de história do Brasil

Ultraverso_Samba de Guerrilha
Reprodução

Luca Argel conversa com o portal Ultraverso para explicar o universo de criação de seu mais recente disco, o Samba de Guerrilha.

No bate-papo descontra√≠do, o cantor e compositor brasileiro, radicado h√° quase dez anos no Porto, em Portugal,¬† avalia como as quest√Ķes da √©poca da escravid√£o ainda influenciam a forma de viver e de pensar dos brasileiros.

“Quando a gente ouve samba a gente reconhece nas letras a presen√ßa destes mesmos problemas sociais: desigualdade, pobreza, racismo, persegui√ß√£o”, conta.

Confira abaixo a entrevista exclusiva

Revela√ß√Ķes

Analogamente, Luca revela ao Ultraverso que o repertório do álbum foi criado apenas para um show na Associação Cultural no Porto.

“Est√°vamos bem ali no meio do processo do golpe contra a Dilma (Roussef). Fizeram uma semana para falar sobre o Brasil e me convidaram para me apresentar. E foi a√≠ que tive a ideia de uma esp√©cie de workshow, em que eu tocava sambas pol√≠ticos e ia contando a hist√≥ria do samba, misturada √† hist√≥ria do Brasil. Percorria todo o s√©culo XX, desde a aboli√ß√£o at√© Michel Temer“, explica.

Clique aqui e confira a matéria completa no site

Enfim… A hist√≥ria!

A princípio criado para ser um show, o repertório de Samba de Guerrilha ganhou novos rumos!

Lan√ßado no √ļltimo m√™s de fevereiro,¬†o √°lbum conceitual de regrava√ß√Ķes est√° dispon√≠vel nas plataformas online e, fisicamente, em formato de jornal. Al√©m disso, traz saborosos cl√°ssicos do samba em uma narrativa com arranjos reinventados, eletrificados e suingados.

COMPRE E OUÇA SAMBA DE GUERRILHA

Alfredo Português_Luca Argel

Luca Argel traz uma aula de história ao ritmo do samba

Luca Argel fala sobre Samba de Guerrilha no Di√°rio de Not√≠cias, PT. E, durante entrevista ao rep√≥rter Miguel Judas, o m√ļsico conta sobretudo curiosidades sobre alguns sambas regravados no novo √°lbum.

Ele revela, por exemplo, que a letra de Samba do Operário (Alfredo Português e Cartola) foi escrita durante o período da Ditadura de Salazar. Na obra de Luca, todavia, a canção ganhou arranjo completamente diferente do original.

Como curiosidade, vale destacar que Alfredo Português se mudou para o Brasil como contratado da Marinha Mercante Brasileira. Morou no Morro da Mangueira, no Rio de Janeiro, frequentando, assim, as rodas de samba. O caminho inverso de Luca, que atualmente leva o seu samba para Portugal.

Clique aqui e leia a reportagem na íntegra (apenas para assinantes do DN)

√Ālbum para ouvir e ler

O repert√≥rio passa por muitas ‚Äúencarna√ß√Ķes‚ÄĚ. O √°lbum √© uma compila√ß√£o de sambas que marcam posi√ß√£o em situa√ß√Ķes dif√≠ceis enfrentadas pelos brasileiros. A concep√ß√£o do trabalho foi realizado por anos, em shows, semin√°rios e apresenta√ß√Ķes em que Luca contava √† plateia as hist√≥rias dos bastidores do samba.¬† Antes de tudo, este √© um trabalho de resist√™ncia!

‚ÄúS√£o assuntos que dizem respeito √† hist√≥ria do samba, √† hist√≥ria do Brasil e da pol√≠tica, das quais o samba foi testemunha”, conta Luca. “E eu, desde quando comecei a trabalhar com samba sempre tive muito interesse em estudar o samba; e transmitir isso √†s pessoas.‚ÄĚ

RTP Play - Luca Argel

Programa ‘Pe√ßas Musicais’ recebe Luca Argel

A RTP Play convida Luca Argel para o programa ‘Pe√ßas Musicais’. Em entrevista para Ana Sofia Carvalheda, o m√ļsico fala sobre o processo de cria√ß√£o do novo √°lbum, Samba de Guerrilha.

Al√©m disso, o catautor discorre sobre sobre a import√Ęncia de se transitar pelas artes.

“Explorar esta interse√ß√£o entre artes √© uma atitude sempre muito f√©rtil para qualquer trabalho art√≠stico, a intera√ß√£o, a contamina√ß√£o entre diferentes artes”, diz Luca. “No meu caso isso acontece especialmente entre m√ļsica e literatura, entre sons e a palavra escrita ou falada. E no Samba de Guerrilha essa interse√ß√£o √© fundamental para o √°lbum acontecer, porque a maior parte dele √© texto falado e n√£o cantado. O que eu escrevi, na verdade, nesse √°lbum foram os textos falados”, conclui.

Por fim, Ana Sofia avalia:

Samba de Guerrilha √© um disco muito especial, que parte de um conceito ainda mais especial, que √© a possibilidade de se cruzar diferentes artes”.

Clique aqui e Ouça a íntegra da entrevista

Luca Argel_Sem Censura

TV Cultura em Belém do Pará destaca o trabalho de Luca Argel

Luca Argel _ TV Cultura
Reprodução

O cantor e compositor Luca Argel foi o entrevistado do programa Sem Censura, da TV Cultura, em Bel√©m do Par√°. Durante a conversa com a apresentadora Vanessa Vasconcellos, Luca contou como √© levar a m√ļsica brasileira para Portugal. Falou sobre o in√≠cio da caminhada com o grupo Samba Sem Fronteiras e, sobretudo, como construiu, aos poucos, sua carreira solo.

Luca Argel _ TV Cultura
Reprodução

“No in√≠cio tocava mais o repert√≥rio tradicional do samba, dos compositores de samba antigos que a gente admira e com o tempo a gente foi adicionando, nas nossas rodas, as nossas pr√≥prias composi√ß√Ķes. E depois acabei fazendo a mesma coisa no meu trabalho solo”, explicou Luca Argel.

“At√© esse ano de 2021, meu trabalho solo era totalmente autoral. E esse ano eu lan√ßo meu primeiro √°lbum com vers√Ķes de sambas que eu gosto muito e para os quais escrevi arranjos diferentes”.

Samba de Guerrilha conta a hist√≥ria pol√≠tica do samba, falando sobre preconceito que sofreu desde a √©poca da escravid√£o, at√© se firmar como um elemento importante de identidade nacional na cultura brasileira. As m√ļsicas ilustram o formato de show que transformou-se no √°lbum.

CLIQUE, OUÇA E COMPRE SAMBA DE GUERRILHA

Veja abaixo a íntegra da entrevista

Enfim… A hist√≥ria!

A princípio criado para ser um show, o repertório de Samba de Guerrilha ganhou novos rumos!

Lan√ßado no √ļltimo m√™s de fevereiro,¬†o √°lbum conceitual de regrava√ß√Ķes est√° dispon√≠vel nas plataformas online e, fisicamente, em formato de jornal. Al√©m disso, traz saborosos cl√°ssicos do samba em uma narrativa com arranjos reinventados, eletrificados e suingados.

Samba de Guerrilha √©, sobretudo, um trabalho de pesquisa. Luca faz um grande ‘apanhado’ de grandes cl√°ssicos do samba que contam parte da hist√≥ria do Brasil. A princ√≠pio, o repert√≥rio foi criado apenas para um show. Mas, na verdade, isso apenas se transformou num ‘insight’ para o nascimento de uma obra hist√≥rica.

A edi√ß√£o dos textos e letras do Jornal Samba de Guerrilha – com ilustra√ß√Ķes de Jos√© Feitor -, inclui c√≥digo para download do √°lbum completo.

COMPRE E OUÇA SAMBA DE GUERRILHA

Luca Argel_Correio da Manh√£

Luca Argel: O embaixador involunt√°rio do samba em Portugal

Luca Argel - Correio da Manh√£

Luca Argel foi promovido pelo jornal ‘Correio da Manh√£’ a embaixador do samba.

Na entrevista, ao rep√≥rter Affonso Nunes destaca a difus√£o da m√ļsica popular brasileira em Portugal. Em suma, Luca conta como a fixa√ß√£o de moradia no Porto fez aflorar seu interesse pelo samba e suas hist√≥rias.

O cantor, que é carioca, foi morar no Porto, há oito anos para estudar e de lá nunca mais saiu. Ao contrário: enraizou-se na cidade e integra hoje os grupos Samba Sem Fronteiras e Orquestra Bamba Social.

‚ÄúAqui h√° muita curiosidade dos portugueses pela m√ļsica brasileira, e pelo samba em particular. Isso fez com que eu me aprofundasse mais no g√™nero‚ÄĚ, explica.

Dessa forma, além dos trabalhos em conjunto com os grupos de samba, construiu uma carreira solo, que já rendeu três álbuns.

Samba de Guerrilha

Na entrevista Luca tamb√©m fala sobre os dois √ļltimos singles lan√ßados. Almirante Negro (O Mestre Sala dos Mares) e Pesadelo¬†j√° est√£o dispon√≠veis em todas plataformas streaming. As m√ļsicas fazem parte do novo trabalho Samba de Guerrilha, lan√ßado em fevereiro de 2021.

‚ÄúO samba √©, desde suas origens, um canto de resist√™ncia. Para explicar melhor aos portugueses seu significado para n√≥s, montei um espet√°culo com can√ß√Ķes que contam n√£o s√≥ a hist√≥ria do g√™nero, mas tamb√©m a hist√≥ria brasileira e as lutas de nosso povo‚ÄĚ, explica.

Vis√£o Se7e classifica ‚ÄúConversa de Fila‚ÄĚ como ‘√°lbum de doce samba’

Conversa de Fila

A coluna Vis√£o Sete, do Portal Sapo, de Portugal, classifica Conversa de Fila como¬† um √°lbum ‘leve e informal’. Al√©m disso, a mat√©ria destaca que o terceiro disco autoral de Luca Argel traz uma uma “profundidade escondida, que se revela a cada nota e a cada verso”.

Clique e confira a matéria na íntegra

 

Luca Argel: “O samba tem muito um lado cronista, de cr√≠tica e piada”

Luca Argel-Ipsilon

Em entrevista ao P√ļblico.pt, Luca Argel fala sobre cada uma de suas faixas do √°lbum Conversa de Fila, lan√ßado em 2019. Em uma √≥tima conversa com o jornalista Nuno Pacheco, ele conta onde vai buscar a¬† inspira√ß√£o para suas composi√ß√Ķes:

‚ÄúVem muito do dia-a-dia, √© onde eu vou buscar essas p√©rolas‚ÄĚ, diz Luca Argel ao P√öBLICO. ‚ÄúS√£o coisas que ou√ßo, tomo nota e depois transformo em can√ß√Ķes. Este Conversa de Fila, de todos os trabalhos que j√° fiz, √© o mais voltado para o humor.‚ÄĚ

Dias de roqueiro

O bate papo recuou até a antiga banda de rock na escola e os ídolos de todos os tempos:

“Gostava muito de Led Zeppelin, e ainda gosto. Al√©m deles, Beatles, Pink Floyd, eram as coisas que a gente gostava de ouvir. S√≥ depois me comecei a apropriar um pouco do universo na m√ļsica brasileira, foi um pouco tardio. Comecei a descobrir tudo do Chico Buarque, do Caetano Veloso, do Gilberto Gil” , surpreende Luca.

Luca tamb√©m sobre a inspira√ß√£o para escrever um dos maiores sucessos de Conversa de Fila, a m√ļsica samba-invertido: a pol√≠tica brasileira:

‚ÄúAcho que √© a m√ļsica mais surreal que eu j√° escrevi, mas ela teve uma inspira√ß√£o muito concreta, que foi a vota√ß√£o em 2016 do¬†impeachment da Dilma (Rousseff), no Brasil. Na sess√£o da c√Ęmara dos deputados, onde a gente via deputados com processos de corrup√ß√£o at√© ao √ļltimo fio do cabelo votando a favor do impeachment. Tudo ao contr√°rio, foi surreal assistir √†quela cena”.

Clique e confira a entrevista na íntegra